0
de crianças no mundo correm risco de inanição
após fechamento das escolas devido ao COVID-19
0
de pessoas na África estão sem acesso adequado a
alimentos devido à praga de gafanhotos
0
crianças no Quênia dependem das refeições
servidas na escola para ter o que comer
+ 0
alunos dos nossos projetos têm que escolher
entre se alimentar ou se prevenir da contaminação
0
pessoa pode ajudar a mudar isso.

Todos os nossos projetos estão suspensos.

Covid-19, alta do dólar e ajustes fiscais colocaram nosso trabalho em risco.
Entenda melhor:

COVID-19

Como medida de prevenção, as escolas primárias, secundárias e universidades foram fechadas por decreto do governo. Veja como isso afetou cada um de nossos projetos:

ESCOLA PRIMÁRIA SUSTENTÁVEL - MUGAE

Os 250 alunos, professores e funcionários foram liberados.

COLABORADORES

Os colaboradores do projeto recebem por dia, e neste momento difícil não estão recebendo o salário que precisam para sustentar suas famílias.

ALUNOS

Muitos pais mandam seus filhos para a escola para garantir que eles tenham o que comer, já que em casa falta comida e água. Neste momento difícil, muitas crianças estão trabalhando para ajudar no sustento de suas famílias.
Antes da Endeleza, crianças de 4 a 14 anos trabalhavam quebrando pedras para ter o que comer. Sem nossos projetos, muitas voltaram a frequentar as pedreiras.

CENTRO DE DESENVOLVIMENTO ENDELEZA - KAITHE

Centro que atende 40 crianças aos sábados foi fechado e os funcionários foram liberados

COLABORADORAS

Nossas colaboradoras recebem por dia e precisam dos salários para complementar suas rendas. Elas têm outras ocupações durante a semana, como por exemplo cuidar de pequenas plantações, mas durante a crise os trabalhos ficam cada vez mais escassos. Algumas delas ainda têm que levar seus filhos, ainda crianças, para trabalhar e auxiliar no sustento da família.

CRIANÇAS

Não podem frequentar o centro nem a escola primária, e muitas precisam ajudar os pais na agricultura ou em outros trabalhos pontuais para sobreviver.

UJANA

A Escola Secundária de Ruiri fechou. O internato privado, com mais de 500 meninas de 14 a 18 anos, enviou todas as alunas de volta para casa.

mulher

ALUNAS

As 7 apadrinhadas foram enviadas de volta para suas casas e 2 delas ainda seguem sem padrinhos ou madrinhas.
Elas foram selecionadas para o programa de apadrinhamento com base em condições financeiras e desempenho acadêmico, o que significa que meninas brilhantes estão agora em situações de risco (abuso, fome, abandono) ou trabalhando para ajudar no sustento de suas famílias.

ALTA DO DÓLAR E
AJUSTES FISCAIS

Arrecadamos em reais e precisamos converter para o dólar americano para poder transferir os recursos para o Quênia. 

Como resposta ao cenário de instabilidade mundial, o dólar subiu e o câmbio de nossas transferências chegou a R$ 5,26 (março/2020).

Além disso, desde o final do ano passado (quando ocorreram ajustes no regime fiscal) passamos a ter que pagar um valor maior de impostos sobre nossas transferências, totalizando 17,65% de IRRF e 0,38% de IOF. 

 

Como apoiar

Mesmo com a suspensão dos projetos, o câmbio e tributos elevados afetaram nossa saúde financeira.


Precisamos arrecadar MAIS para cobrir nossos custos fixos, sem fazer nenhuma melhoria. Mas com a crise do COVID-19 e a escassez de alimentos devido à praga de gafanhotos, sabemos que precisamos fazer mais e melhor para apoiar as comunidades que beneficiamos.

CONTRIBUA AGORA E AJUDE A GENTE A FAZER MAIS!

APOIO MENSAL

Escolha uma faixa de contribuição e torne-se um Rafiki em apenas 3 minutos. 

Rafiki significa amigo em swahili, língua do Quênia. Para superar este momento difícil, todos nós precisamos de amigos. Seja nosso Rafiki também!

APADRINHAMENTO

Apadrinhe parcialmente ou integralmente uma menina no ensino secundário.

Você ganhará o perfil completo da aluna apadrinhada, assim como notícias sobre seu desempenho acadêmico. Saiba mais >>

DOAÇÃO úNICA

Aqui você contribui com o que pode, de forma pontual, e colabora com todos os nossos projetos! 

ALTA DO DÓLAR E
AJUSTES FISCAIS

Arrecadamos em reais e precisamos converter para o dólar americano para poder transferir os recursos para o Quênia. 

Como resposta ao cenário de instabilidade mundial, o dólar subiu e o câmbio de nossas transferências chegou a R$ 5,26 (março/2020).

Além disso, desde o final do ano passado (quando ocorreram ajustes no regime fiscal) passamos a ter que pagar um valor maior de impostos sobre nossas transferências, totalizando 17,65% de IRRF e 0,38% de IOF.


Como apoiar

Mesmo com a suspensão dos projetos, o câmbio e tributos elevados afetaram nossa saúde financeira.

Precisamos arrecadar MAIS para cobrir nossos custos fixos, sem fazer nenhuma melhoria. Mas com a crise do COVID-19 e a escassez de alimentos devido à praga de gafanhotos, sabemos que precisamos fazer mais e melhor para apoiar as comunidades que beneficiamos.

CONTRIBUA AGORA E AJUDE A GENTE A FAZER MAIS!

APOIO MENSAL

Escolha uma faixa de contribuição e torne-se um Rafiki em apenas 3 minutos. 

Rafiki significa amigo em swahili, língua do Quênia. Para superar este momento difícil, todos nós precisamos de amigos. Seja nosso Rafiki também!

APADRINHA
MENTO

Apadrinhe parcialmente ou integralmente uma menina no ensino secundário.

Você ganhará o perfil completo da aluna apadrinhada, assim como notícias sobre seu desempenho acadêmico. Saiba mais >>

DOAÇÃO úNICA

Aqui você contribui com o que pode, de forma pontual, e colabora com todos os nossos projetos! 

0
de crianças no mundo correm risco de inanição
após fechamento das escolas devido ao COVID-19
0
de pessoas na África estão sem acesso adequado a
alimentos devido à praga de gafanhotos
0
crianças no Quênia dependem das refeições servidas na escola para ter o que comer
+ 0

alunos dos nossos projetos têm que escolher entre
se alimentar ou se prevenir da contaminação

0
pessoa pode ajudar a mudar isso.

Todos os nossos projetos estão suspensos.

Covid-19, alta do dólar e ajustes fiscais colocaram nosso trabalho em risco.
Entenda melhor:

COVID-19

Como medida de prevenção, as escolas primárias, secundárias e universidades foram fechadas por decreto do governo. Veja como isso afetou cada um de nossos projetos:

ESCOLA PRIMÁRIA SUSTENTÁVEL - MUGAE

Os 250 alunos, professores e funcionários foram liberados.

COLABORADORES

Os colaboradores do projeto recebem por dia, e neste momento difícil não estão recebendo o salário que precisam para sustentar suas famílias.

ALUNOS

Muitos pais mandam seus filhos para a escola para garantir que eles tenham o que comer, já que em casa falta comida e água. Neste momento difícil, muitas crianças estão trabalhando para ajudar no sustento de suas famílias.

Antes da Endeleza, crianças de 4 a 14 anos trabalhavam quebrando pedras para ter o que comer. Sem nossos projetos, muitas voltaram a frequentar as pedreiras.

CENTRO DE DESENVOLVIMENTO ENDELEZA - KAITHE

Centro que atende 40 crianças aos sábados foi fechado e os funcionários foram liberados

COLABORADORAS

Nossas colaboradoras recebem por dia e precisam dos salários para complementar suas rendas. Elas têm outras ocupações durante a semana, como por exemplo cuidar de pequenas plantações, mas durante a crise os trabalhos ficam cada vez mais escassos. Algumas delas ainda têm que levar seus filhos, ainda crianças, para trabalhar e auxiliar no sustento da família.

CRIANÇAS

Não podem frequentar o centro nem a escola primária, e muitas precisam ajudar os pais na agricultura ou outros trabalhos pontuais para sobreviver.

UJANA

A Escola Secundária de Ruiri fechou. O internato privado, com mais de 500 meninas de 14 a 18 anos, enviou todas as alunas de volta para casa.

mulher

ALUNAS

As 7 apadrinhadas foram enviadas de volta para suas casas e 2 delas ainda seguem sem padrinhos ou madrinhas.
Elas foram selecionadas para o programa de apadrinhamento com base em condições financeiras e desempenho acadêmico, o que significa que meninas brilhantes estão agora em situações de risco (abuso, fome, abandono) ou trabalhando para ajudar no sustento de suas famílias.

ALTA DO DÓLAR E
AJUSTES FISCAIS

Arrecadamos em reais e precisamos converter para o dólar americano para poder transferir os recursos para o Quênia. 

Como resposta ao cenário de instabilidade mundial, o dólar subiu e o câmbio de nossas transferências chegou a R$ 5,26 (março/2020).

Além disso, desde o final do ano passado (quando ocorreram ajustes no regime fiscal) passamos a ter que pagar um valor maior de impostos sobre nossas transferências, totalizando 17,65% de IRRF e 0,38% de IOF.

Como apoiar

Mesmo com a suspensão dos projetos, o câmbio e tributos elevados afetaram nossa saúde financeira.

Precisamos arrecadar MAIS para cobrir nossos custos fixos, sem fazer nenhuma melhoria. Mas com a crise do COVID-19 e a escassez de alimentos devido à praga de gafanhotos, sabemos que precisamos fazer mais e melhor para apoiar as comunidades que beneficiamos.

CONTRIBUA AGORA E AJUDE A GENTE A FAZER MAIS!

APOIO MENSAL

Escolha uma faixa de contribuição e torne-se um Rafiki em apenas 3 minutos. 

Rafiki significa amigo em swahili, língua do Quênia. Para superar este momento difícil, todos nós precisamos de amigos. Seja nosso Rafiki também!

APADRINHAMENTO

Apadrinhe parcialmente ou integralmente uma menina no ensino secundário. Você ganhará o perfil completo da aluna apadrinhada, assim como notícias sobre seu desempenho acadêmico. 
Saiba mais >>

DOAÇÃO úNICA

Aqui você contribui com o que pode, de forma pontual, e colabora com todos os nossos projetos! 

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com